'Exercício para Performers Medíocres' de Tita Maravilha. Rua das Gaivotas 6. Lisboa. Foto: A Padilha.

eu sou medíocre, tu és medíocre, …

‘Exercício para Performers Medíocres’ gira à volta da criação teatral, da formação académica nesta área, de estar em palco e do talento (ou a ausência do mesmo). Falar em mediocridade, frente a uma plateia, é uma provocação e uma defesa. A mediocridade é quase o pior dos males para umx artista. Quem é que define o que é talento, o que é arte, o que é umx artista? O que se espera de uma atriz talentosa, como se deve comportar, qual é a formação de uma artista? Assim, como se de uma mostra de talentos se tratasse, Tita Maravilha levanta estas questões e ironiza sobre elas, criando pontes com o público através da músicas populares, como Lo tuyo es puro teatro de La Lupe, ou músicas brasileiras, jogando com os estereótipos sobre a sua nacionalidade.

Os meus sentimentos Mónica Calle

Não deixes para amanhã o espetáculo que podes ver hoje

O ano 2020 trouxe algumas mudanças difíceis para o nosso dia a dia que continuam em 2021. A pandemia obrigou a muitas pessoas (não todas) a ficar em casa. Quando as coisas pareciam melhorar e pudemos voltar a sair, inventou-se o termo “nova normalidade” como estranha tentativa de explicar que as coisas se tinham alterado, mas eram iguais. Que paciência!